Entrando na nuvem: a evolução do gerenciamento de portfólio de software corporativo

dezembro 27, 2016

Depois de voltar da conferência da AWS re:Invent, a conclusão é óbvia: As empresas estão migrando para uma arquitetura baseada em nuvem a um ritmo veloz. Além de avaliar qual modelo de nuvem é mais adequado às necessidades do seu negócio, os clientes também devem considerar soluções que ajudem a gerenciar seus gastos na nuvem e também seu portfólio de software no local, pois 85-90% do software corporativo ainda reside na empresa.

A transformação digital já começou

Dan Woods, um colaborador da Forbes que escreve sobre tecnologia para early adopters escreveu,

“O gerenciamento de portfólio de software está se tornando um trabalho cada vez mais difícil. Com o software fazendo uma transição contínua para a nuvem, as empresas têm a difícil tarefa de criar uma abordagem integrada e abrangente para gerenciar seu software no local e na nuvem. Existem sérios riscos se todo o software não for gerenciado corretamente, do estouro de custos, problemas de desempenho a preocupações com a conformidade. A maioria das empresas simplesmente não têm as ferramentas para obter uma imagem completa de todo o seu software e o resultado é como uma única pessoa tentando estar em dois lugares ao mesmo tempo: sempre vai haver algo que você não está vendo completamente.

Para ajudar os clientes em sua transição do software no local para a nuvem, a SoftwareONE desenvolveu a plataforma PyraCloud – uma plataforma de gerenciamento de portfólio de software que ajuda as empresas a gerenciar seus gastos com a nuvem e também o portfólio de software no local.

A missão do PyraCloud é fornecer uma transparência completa do uso e gasto com software do seu cliente integrando o software no local e na nuvem em uma única visão. Como a grande maioria das cargas de trabalho empresariais ainda permanecem no local, os early adopters podem usar a robusta analytics do PyraCloud para justificar a migração contínua de aplicativos não essenciais para a nuvem, enquanto ainda mantêm cargas de trabalho chave no local. Usando o PyraCloud como um exemplo de “SaaS” , listamos abaixo alguns benefícios da mudança para uma arquitetura baseada em nuvem:

  • Ciclos de desenvolvimento mais rápidos, pois nossos desenvolvedores podem provisionar eles mesmos ambientes DevOps. Agora, nossos desenvolvedores podem migrar mais rápido para compilações do aplicativo sem esperar pelo provisionamento físico de software e hardware.
  • Levar a funcionalidade do PyraCloud para o ambiente de produção é mais rápido e pode ser redimensionado conforme for necessário.
  • A capacidade de colaborar com os desenvolvedores, arquitetos e designers no desenvolvimento da funcionalidade do PyraCloud.
  • A facilidade de integrar clientes.
  • Integração mais fácil com os recursos da nuvem para controlar o consumo
  • Facilidade de integração com os recursos de nuvem do cliente
  • Melhor desempenho da plataforma
  • Correções mais rápidas de bugs

Se você está considerando uma migração para a nuvem, mas está preocupado com o licenciamento e a conformidade, quais serviços em nuvem são mais viáveis para suas necessidades ou sobre o gerenciamento e suporte, então talvez você também devesse considerar algo como AzureSimple, que aborda todas estas questões em um único pacote, além de alavancar as capacidades de gerenciamento de gastos do PyraCloud.

Autor

Bali.Kuchipudi

Deixa uma resposta