Adobe Illustrator x CorelDraw: descubra qual é a melhor opção

junho 7, 2017

Quem trabalha na área gráfica sabe da clássica disputa de mercado entre duas soluções de criação vetorial: o Adobe Illustrator e o CorelDRAW. Ambos os programas possuem defensores e críticos em enormes quantidades, assim como qualidades e pontos fracos a se considerar, o que pode dificultar a escolha do profissional gráfico.

Tire suas dúvidas e escolha o melhor para você com as dicas de nosso post de hoje!

Adobe Illustrator

Lançado em 1987, o Illustrator é um editor gráfico de propriedade da Adobe, responsável também por programas como Photoshop e InDesign.

Atualmente, é usado em empresas e estúdios de design como principal ferramenta de criação de artes gráficas, modelos para corte e impressão 3D, assim como bases para animações digitais.

CorelDRAW

Um pouco mais jovem que seu concorrente, o CorelDRAW teve sua primeira versão pública lançada em 1989 pela produtora canadense Corel. Focado na criação de artes gráficas bidimensionais, é bastante popular entre gráficas ou agências de design de pequeno e médio porte.

Comparando os dois programas

1. Acabamento em peças gráficas

O resultado final, impresso no papel escolhido, é o que mais importa na avaliação do cliente, e neste aspecto o Illustrator tem a vantagem: esquemas de cores mais complexos, como degradês, apresentam alta fidelidade, enquanto o Corel tem sérios problemas com o estriamento (perda de qualidade de cor).

2. Estabilidade no uso

O CorelDRAW é alvo de infinitas reclamações devido à sua famosa instabilidade: não é raro que ele apresente travamentos na execução de tarefas mais complexas ou arquivos mais pesados, enquanto o Illustrator é reconhecidamente estável para tarefas de todos os níveis de complexidade.

3. Funcionalidades

O Illustrator tem uma interface que pode parecer desafiadora para usuários iniciantes, com seus painéis flutuantes e menus extensos, além da necessidade de usar mais de uma ferramenta para determinadas ações, como a criação de vetores.

No entanto, usuários mais avançados desfrutam da total capacidade de personalização e de ferramentas dedicadas para a criação de artes digitais 2D e 3D, como as funções Extrude e Bevel.

Por outro lado, o CorelDRAW apresenta menus e interface bem mais simples, com ferramentas de fácil compreensão e aprendizado. Outra vantagem do editor canadense está em suas ferramentas para editoração de grandes projetos gráficos, como livros e revistas.

4. Formatos de arquivo para exportação

A compatibilidade de formatos é muito importante, dada a variedade de programas e versões utilizadas em gráficas e agências diferentes. Neste aspecto, o CorelDRAW supera seu concorrente, com sua extensa lista de formatos suportados, o que inclui o .AI, formato do Illustrator e o .SVG, formato vetorial de código aberto.

O editor da Adobe, por sua vez, conta com apenas treze formatos suportados, sem compatibilidade com o Corel e com demais programas vetoriais.

5. Preço

O custo também é um fator a se considerar, visto que programas de edição gráfica têm um alto valor, muitas vezes proibitivo para profissionais iniciantes ou pequenas empresas. O CorelDRAW tem uma licença mais acessível que o Illustrator.

Neste texto, vimos um pouco sobre os editores vetoriais mais famosos e potentes do mercado, o Adobe Illustrator e o CorelDRAW, com uma comparação de seus pontos fracos e fortes em diversos quesitos. Com essas informações, será mais fácil comparar e escolher qual dos dois programas usar para criar trabalhos gráficos ainda mais incríveis!

Gostou do artigo? Compartilhe-o nas redes sociais e aproveite para descobrir qual é o preferido entre seus contatos!

Fábio Jacob

Autor

Fábio Jacob

Com 20 anos de experiência no Mercado de TI, Advertising e Desktop Publish, é o especialista de produtividade da SoftwareONE. Linkedin

Deixa uma resposta