Como gerenciar o seu ambiente de tecnologia de forma eficiente?

setembro 27, 2017

No mundo dos negócios, onde a tecnologia é um dos fatores de posicionamento de mercado mais críticos, muitas instituições lutam para entender como gerenciar o ambiente de tecnologia, a fim de fornecer os melhores serviços e produtos aos clientes, além de um suporte adequado. 

Afinal, gerenciar um ambiente de tecnologia não é uma tarefa fácil e requer a supervisão constante dos sistemas de tecnologia da informação de uma organização empresarial. 

Esses serviços de gerenciamento de sistemas de TI incluem comprar equipamentos periféricos e distribuí-lo para o setor necessário, montá-los, mantê-los com atualizações de serviços, elaborar procedimentos de tratamento de erros e, acima de tudo, garantir que os objetivos sejam atendidos sempre em tempo hábil.

Diante disso, separamos para você, neste post, quatro dicas de como otimizar o gerenciamento das tecnologias na sua empresa:

1. Gestão na nuvem

O gerenciamento de nuvem é a integração e supervisão de programas que residem na nuvem. Com isso, monitora-se a eficiência, o uso de dado e a qualidade dos serviços de cloud computimg. 

Acima de tudo, observa-se o consumo da empresa dos dados da aplicações de computação em nuvem. Na maioria dos aplicativos de cloud computing, as empresas apenas pagam os recursos que efetivamente utilizaram.

Eles podem ser medidos como minutos de tempo de computação, bytes de armazenamento, uso de aplicativos e serviços adicionais, assim por diante.

Além disso, já existem aplicações com funcionalidades para sugerir alternativas de nuvens diferentes, baseadas nos requisitos do projeto. É essencial que o gerente de TI saiba quando migrar de provedor, tendo em vista o benefício da empresa em termos de custo. 

2. Gestão de portfólio de aplicações

O gerenciamento de portfólio de aplicativos tenta usar as lições de gestão  de portfólios financeiro para justificar e medir os benefícios de cada aplicativo em face dos custos de manutenção e de operações das aplicações.

Existem ferramentas capazes de gerir contratos, relatórios e licença de aplicações e, mais que isso, controlar todo o ciclo de vida do projeto. Isso possibilita agregar mais valor ao seu serviço para os clientes.

3. Gestão de licenciamento de aplicações

Esse gerenciamento é projetado para reduzir riscos, custos e complexidades associados aos ativos de licenciamento de aplicativos. Milhares de organizações em todo o mundo contam com essas ferramentas para ajudá-las a evitar gastos excessivos em direitos de programas, garantindo que eles sejam totalmente compatíveis com as normas de licenciamento.

4. Gestão de segurança da informação

Um sistema de gestão de segurança da informação (SGSI) é um conjunto de políticas e procedimentos para gerir sistematicamente os dados sensíveis de uma organização. O objetivo de um SGSI é minimizar os riscos e garantir a continuidade do negocio, restringindo proativamente o impacto de uma violação de segurança. 

Além disso, ele auxilia a descrição das atividades relacionadas à proteção de recursos de infraestrutura de informações, ao alertar sobre riscos, perdas, usos indevidos, divulgações ilegais e danos aos dados.

Diante disso, envolver serviços de gestão experientes pode efetivamente satisfazer suas necessidades de TI, fornecendo-lhe uma ampla infraestrutura e melhores prognósticos de operações de tecnologia da informação. 

Acima de tudo, muitas das empresas fornecem soluções customizadas para gerenciar o ambiente de tecnologia, de forma que você não precisa mais gastar com soluções muito complexas — as quais nunca serão utilizadas por sua empresa.  

E aí, percebeu a importância de gerenciar seus ativos tecnológicos? Então, não deixe de ler nosso guia definitivo sobre o gerenciamento de ativos de software!

Equipe de Redação

Autor

Equipe de Redação

Deixa uma resposta