Microsoft tem apoio do ecossistema de parceiros para Serviços de Nuvem Estratégicos

março 3, 2017

Em 2017, a Microsoft continua a desenvolver uma moderna estratégia de licenciamento digital, com um novo enfoque no programa Provedor de Soluções na Nuvem (CSP) e a retirada do MPSA Azure.

O CSP permite que a Microsoft desenvolva um ecossistema de parceiros escalonável, de autoatendimento, para Office 365 e Azure com parceiros de gerenciamento digital e entrega digital, suporte a nuvem e serviços gerenciados.

Opções web de “autoatendimento” através de parceiros permitem que negócios nativos na nuvem e no local comprem, adotem e gerenciem seu portfólio digital.

A longo prazo, a Microsoft irá aperfeiçoar suas opções web de autoatendimento via Parceiros e “assistido pela Microsoft” (EA), sugerindo uma continuidade via canais digitais indiretos através de parceiros e canais digitais diretos via “suporte MS”.

Em conformidade com essa estratégia, a SoftwareONE – uma empresa de serviços, soluções e plataforma digital – está bem posicionada estrategicamente no mercado com o PyraCloud, suporte à nuvem e serviços gerenciados para agregar recursos ao modelo CSP, enquanto utiliza sua escala global para oferecer suporte local e sourcing intelligence.

Sem mais MPSA

Assim, desde 1º de fevereiro, a Microsoft deixará de adicionar novos clientes Azure através do Contrato de Produtos e Serviços Microsoft (MPSA). Os clientes do MPSA que desejarem comprar o Azure agora serão orientados primariamente para o programa Provedor de Soluções na Nuvem (CSP). Um programa em contínua evolução que fornece uma plataforma para acesso flexível, via “autoatendimento” aos serviços e soluções da nuvem da Microsoft através de um rico ecossistema de parceiros de plataformas digitais, suporte e serviços gerenciados que possibilitam um “negócio pronto para o ambiente digital”.

SPE e Azure via EA seguem ativos

A Microsoft continua a direcionar os clientes para iniciativas na “nuvem estratégicas” como Secure Productive Enterprise (SPE) e Azure via EA, com os revendedores clássicos mantendo os fluxos de receita através de reembolsos e incentivos a curto prazo; mas o sucesso dos parceiros e clientes dependerá do seu investimento em plataformas digitais para habilitar e gerenciar a nuvem, a tecnologia e serviços de consultoria para garantir o retorno sobre o investimento e redução de custos durante o ciclo de vida digital.

Os parceiros da Microsoft que prosperam anteciparam as tendências e não apenas reagiram aos fatos, acelerando para se manterem à frente da concorrência, equilibrando a estratégia de “licenciamento moderna” da Microsoft com as necessidades e interesses dos seus clientes para gerenciar um negócio pronto para o ambiente digital. 

Novidades!

Janeiro e dezembro testemunharam um número importante de atualizações de soluções e licenciamentos por parte da empresa de Redmond, incluindo, mas não limitado.

  • A USL /Upgrade de USL para a assinatura Microsoft VDA agora beneficia o Windows 10 Enterprise CBB no Azure.
  • A assinatura Microsoft VDA baseada em dispositivo não irá se beneficiar do Windows 10 Enterprise CBB Benefit.
  • The Azure Hybrid Use Benefit (AHUB) está disponível a partir de 1º de fevereiro em todas as regiões do Azure (veja), pagando apenas a computação de imagens no Windows Server.
  • A configuração Nano do Windows Server 2016 irá necessitar de CALs com SA.
  • A SKU autônoma Yammer foi desativada em 1º de janeiro de 2017. Clientes EA atuais podem usar a SKU desativada por dois anos ou pelo termo do EA corrente.
  • Software Assurance – Funcionários do Home Use Program (HUP) agora podem comprar o Office Pro Plus 2016 e o Office Home & Business para Mac.
  • A Microsoft vai padronizar a nomenclatura de todos os serviços Azure tendo como base uma convenção de nomenclatura comum. Entenda
  • Centro de Download: Para todos os medidores e seus valores do atributo anteriores/posteriores: acesse clicando aqui
  • A Microsoft lançou os “tópicos de discussão” para o SPE. Conheça
  • O Advanced eDiscovery do Office365 foi renomeado “Advanced Compliance” em 1º de janeiro e todos os componentes E5 sendo rebatizados como pacotes “Advanced” com recursos em constante evolução. Saiba mais

Veja como o PyraCloud fez a diferença no caso Willis Towers Watson, acesse nosso conteúdo exclusivo! 

Cta Software Pyracloud V3

Powered by Rock Convert
Rodrigo Eleoterio

Autor

Rodrigo Eleoterio

Hosting Solution Specialist da SoftwareONE Brasil. Linkedin

Deixa uma resposta