O papel do Trusted Advisor na Era MultiCloud

junho 15, 2017

Se o advento das plataformas em nuvem revolucionou a forma como lidamos com dados digitais, a evolução da administração das redes de armazenamento para o formato MultiCloud criou um novo paradigma de operacionalização.

Hoje, precisamos administrar dados de mais de uma plataforma em nuvem em vários dispositivos ao mesmo tempo. O acesso remoto a arquivos, assim como a capacidade de interoperabilidade e sincronia entre diferentes nuvens facilita (e muito) a vida dos administradores ao não limitar seus pontos de ação a uma única base de trabalho – a mobilidade já é mais do que presente na vida das organizações modernas.

O “novo” papel do Trusted Advisor

Porém, essa versatilidade toda não pode entrar em choque com processos básicos da empresa. Um acesso desorganizado a tantos dados pode ter efeito negativo e atrasar ações básicas para o funcionamento do negócio. É nesse contexto que se faz tão importante a figura do Trusted Advisor, que, na Era MultiCloud, ganha novo papel.

Ser um Trusted Advisor vai muito além de manter o cliente informado em relação às principais tendências do mercado e da tecnologia. Um consultor deve buscar insights que, a curto, médio ou longo prazo, irão ser decisivas para que quem busca seu serviço conquiste a liderança em seu mercado. E o novo paradigma é, com toda certeza, o MultiCloud.

Futuro que já se confunde com o presente

Em meados de 2016, o Instituto Gartner realizou uma pesquisa na qual investigou o futuro dos investimentos e da infraestrutura em nuvem nos próximos anos. Os resultados foram impressionantes:

  • A nuvem deve fazer girar um montante de US$ 1 trilhão em investimentos até 2020.
  • 37% dos investimentos em software serão revertidos para aplicações em nuvem até 2020.
  • 43% dos processos de terceirização em TI serão investidos em operações na nuvem até 2020

Ou seja, a nuvem é onde os negócios estarão – e já estão. Consequentemente, onde os vislumbres de todo Trusted Advisor deve estar antecipadamente focado nela e no melhor tipo de consumo, visando sempre a alta produtividade que a nuvem permite.

Atenção aos custos

O serviço de consultoria deve sempre levar em conta um elemento ainda sensível na relação com seus clientes: a gestão de custos.Neste ponto, é importante que ele saiba exatamente com o que está gastando, conhecimento frequentemente negligenciado. Não deixe que ele seja pego de surpresa por tais problemas. Tenha um plano claro de controle, otimização e cobrança antes de iniciar a transformação.

Quer saber ainda mais sobre a nuvem e preparar-se para migração? Acesse nosso conteúdo especial!

Thiago Santanna

Autor

Thiago Santanna

Com mais de 16 anos atuando no mercado de TI, Thiago é Cloud Sales Leader na SoftwareONE Brasil desde 2016.

Deixa uma resposta