O que inovação, tecnologia e sustentabilidade têm a ver?

janeiro 23, 2017

Seja realizando pesquisas para seu negócio enquanto empreendedor ou buscando os melhores serviços de uma área específica no papel de consumidor, você já deve ter se deparado diversas vezes com o conceito desustentabilidade.

Atualmente, a manutenção das reservas naturais disponíveis no nosso planeta passou a ser uma preocupação que une empresários e clientes. Muitos consumidores preferem pagar um preço mais alto por produtos cuja produção causa menos danos ao meio ambiente, por exemplo. Neste contexto, deslizes cometidos por organizações não passam desapercebidos e costumam causar danos permanentes à imagem das mesmas.

Mas afinal de contas, o que é sustentabilidade?

Muitos pensam que sustentabilidade é ligada apenas à preservação do meio-ambiente, mas ela também diz respeito a questões energéticas, econômicas e sociais, pois busca coibir ações que futuramente afetariam todas estas áreas.

Seu conceito, de acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), é o seguinte: “desenvolvimento sustentável é aquele que atende as necessidades das gerações atuais sem comprometer a capacidade das gerações futuras de atenderem a suas necessidades e aspirações”.

Ou seja, a ideia é prevenir a escassez de recursos naturais (florestas, matas, rios, lagos, oceanos), permitindo o usufruto dos bens que o Planeta Terra nos provém sem causar danos a médio e longo prazo às diversas formas de vida que o habitam.

Até os menores atos contam (e muito!)

O fato de estarmos falando em sustentabilidade mediante grandes organizações não quer dizer que ela seja posta em prática apenas em uma perspectiva “Macro”. Pelo contrário, pequenas ações fazem toda diferença.

Por exemplo, quando você evita o uso de copos plásticos para tomar um cafezinho, optando por uma caneca personalizada, você está evitando o desperdício de plástico: em outras palavras, está sendo sustentável.

Como a sustentabilidade vem mudando cidades e organizações

A história é antiga: “a necessidade é mãe da invenção”. Com a sustentabilidade, não foi diferente. Da consciência de que era preciso adotar formas responsáveis de consumo dos bens naturais, surgiram diversas iniciativas tecnológicas inovadoras que buscam reduzir o impacto da produção sobre o meio-ambiente. Confira alguns casos de desenvolvimento sustentável!

Ao redor do mundo

Buscando evitar o alto consumo de combustíveis fósseis, o conceito de sustentabilidade é muito associado à mobilidade urbana nos grandes centros. As iniciativas sustentáveis são comumente ligadas a ideia de transportes alternativos e novas formas de produção de energia.

É o caso do sistema cicloviário implantado na Holanda, onde painéis de captação de energia solar foram acoplados às pistas, aproveitando o espaço para duas funções susntetáveis diferentes. Conhecido como SolaRoad, o projeto é fruto de uma parceria público-privada da Organização Holandesa de Pesquisa Científica Aplicada (TNO) em parceria com a empresa Imtech.

Um shopping center da cidade de Newcastle, na Inglaterra, criou uma maneira engenhosa de evitar desperdícios com o aquecimento de duas grandes edificações que recebem grande fluxo de pessoas. A ideia é drenar a água quente que percorre o lençol subterrâneo do município a uma temperatura de 80ºC e usá-la para manter o Eldron Square Mall (56 hectares) e o centro municipal de ciências em temperaturas confortáveis sem o consumo de combustíveis fósseis!

Em Sidney, na Austrália, a prefeitura local – em parceria com a empresa privada LEED, especialista em projetos sustentáveis – investiu em uma iniciativa voltada a produção de energia para moradias públicas. As casas cedidas pelo governo ganharam painéis de captação solar que tornam as casas autossustentáveis, reduzindo gastos do governo e dos moradores com energia elétrica e produzindo energia limpa.

Curitiba, um exemplo daqui!

Um exemplo de sustentabilidade que enche os brasileiros de orgulho é a capital paranaense, Curitiba. Através de uma rede de ações educacionais e em infraestrutura, a cidade conseguiu crescer controlando os danos ao meio ambiente, seja através de descarte consciente de lixo, seja com uso de formas sustentáveis de combustível para veículos.

A cidade é uma das que mais investem em transportes movidos a energia elétrica no país. O exemplo veio do poder executivo, que, em 2014, adotou treze automóveis elétricos na frota municipal. A ideia deu tão certo que, em 2016, a cidade recebeu uma frota do carro elétrico E6, da empresa chinesa BYD. Os automóveis foram disponibilizados para aluguel através da iniciativa privada, obtendo grande sucesso entre o público locatário local.

O sucesso da ideia fez com que a própria prefeitura da cidade visasse realizar um investimento semelhante, aumentando os pontos de recarga de carros elétricos e disponibilizando uma frota própria. Estima-se que, até o final de 2017, a capital paranaense ofereça 70 carros movidos a energia elétrica para usuários do serviço.

sua empresa, já está em dia com a tendência sustentável que ganhou as empresas ao redor do mundo? Fique em dia com as organizações contemporâneas, adote esta ideia!

Equipe de Redação

Autor

Equipe de Redação

Deixa uma resposta