Saiba o que muda com a chegada do Windows Server 2016

outubro 11, 2016

Ainda em dezembro de 2015, a Microsoft anunciou que o lançamento do Windows Server 2016 iria acarretar em uma mudança do modelo baseado no processador para um modelo baseado por núcleo.

Recentemente, a Microsoft divulgou a data de lançamento do novo modelo, que chegou no dia 1º de outubro.

Abaixo, veja algumas de nossas observações sobre este novo sistema (e o que os memes têm a dizer a respeito):

Qual o impacto do lançamento?

Os custos vão aumentar para servers que ocupam mais de 8 núcleos por processador. Cada processador físico demandará um mínimo de oito licenças.

O controle realizado pela equipe operacional e de processos vai precisar se adaptar. Eles precisarão coletar dados do núcleo e do processador, o que irá demandar medidas drásticas para assegurar o uso correto conforme as novas regras impostas pelo fabricante.

Contudo, 2-Core SKU vão ser disponibilizados por uma fração do custo destes processadores com mais de 8 núcleos.

Confira algumas diferenças que existirão entre o Std e o Data Center do Windows 2016 (em inglês):

AMANHÃ!

Mais novidades sobre o Windows 2016 devem ser divulgadas no VLSC (Volume Licensing Service Center) no dia 12 de outubro.

Mas, como eu devo me preparar para estas mudanças?

O modelo é aplicado no momento em que o Windows Server 2016 é instalado. O usuário pode seguir o modelo do 2012 R2 até a expiração do acordo existente.

Dia 27 de Outubro, a SoftwareONE e a Microsoft apresentam em um evento presencial exclusivo porque o Service Provider Licence Agreement é um componente essencial dentro da sua estratégia de nuvem! Clique no banner e confirme sua presença! As vagas são limitadas.

Rodrigo Eleoterio

Autor

Rodrigo Eleoterio

Hosting Solution Specialist da SoftwareONE Brasil. Linkedin

Deixa uma resposta