Segurança: um dos desafios da “Internet das Coisas”

fevereiro 15, 2017

A “Internet das coisas” (em Inglês Internet of Things) é um dos pilares da transformação digital e é caracterizada pela capacidade dos objetos de nossa vida cotidiana transferirem dados e informações através da Internet.

Esta é uma revolução tecnológica que vem sendo gradualmente adotada de forma quase imperceptível. Apesar de todos os dias confiarem mais em dispositivos conectados à Internet, os principais fabricantes de tecnologia estão enfrentando um desafio de negócios por questões relacionadas à segurança dos dados.

Ambientes M2M

Cada dia mais indústrias implementam ambientes M2M (Machine to Machine) para transferência de dados remotos. Para esses cenários é necessário ter dispositivos capazes de executar simultaneamente aplicativos de negócios e protocolos máquina-máquina e de comunicação máquina-servidor.

De acordo com projeções do Gartner, até 2020 teremos cerca de 30 milhões de dispositivos conectados através da internet das coisas; uma imensa oportunidade de desenvolver ferramentas complementares, levando inovação a todo mercado associado, mas também uma aberutra de possibilidades para os cibercriminosos.

Fatores decisivos para a segurança

1. Resiliência do Cyber

Resiliência, no contexto tecnológico, é a capacidade de superar e gerenciar ameaças virtuais. Embora seja um campo em crescimento, grandes empresas de tecnologia já buscam evitar danos em software comercial através de dispositivos mais resistentes.

2. Autenticação

Além disso, novos métodos de criptografia para os dados de autenticação que não envolvem custos exorbitantes para os dispositivos utilizados em um nível diário se fazem necessários neste cenário.

3. Integração

O desenvolvimento da Internet das coisas implica ter uma infra-estrutura compartilhada adaptada para a nuvem, com todas as implicações em termos de cobertura e de legalidade que ela traz. Por isso é essencial criar ambientes Trusted Execution.

Qualquer organização interessada em entrar ou desenvolver projetos de inovação relacionadas com a Internet das coisas deve criar uma política de segurança estratégia. Não apenas para a sua cliente final, mas para sua própria equipe de TI.

Equipe de Redação

Autor

Equipe de Redação

Deixa uma resposta