SQL Server 2005 EOS – 4 opções para migrar suas cargas de trabalho

abril 29, 2016

Organizações que ainda operam no SQL 2005 enfrentam riscos consideráveis ​​desde 12 de abril de 2016, quando a Microsoft passou a não oferecer mais o suporte estendido. Mais do que nunca, é importante que toda organização utilize uma plataforma moderna, que impulsione a inovação e ofereça valor de negócios e soluções rápidas, uma vez que os dados são ativos críticos para as empresas.

Com um processo de migração de mais de 200 dias, as organizações sem estratégias para substituição da tecnologia aumentam significativamente os riscos de custos de suporte. Uma das primeiras coisas a compreender sobre bases de dados on premises versus uma solução baseada em nuvem é que você pode usá-lo como plataforma de dados da Microsoft aproveitando a tecnologia SQL Server. Existem possibilidades de utilização como máquina física (local), remoto (privado) ambiente de nuvem, e de terceiros hospedado ambientes de nuvem privada e nuvem pública. Isso permite que você atenda às necessidades de negócios com diversas combinações de locais e implantações hospedados em serviços de nuvem, utilizando o mesmo conjunto de produtos, ferramentas de desenvolvimento e experiência em todos estes ambientes.

O diagrama abaixo ilustra os 4 cenários para migrar suas cargas de trabalho SQL 2005:

  • SQL Server físico não virtualizado
  • SQL Server no no local VMs (nuvem privada)
  • SQL Server em Azure VM (nuvem pública)
  • Banco de dados SQL Azure (nuvem pública)

SQL Server no Azure na plataforma IaaS, que permite você executar o SQL Server em uma máquina virtual na nuvem. Sendo que o banco de dados SQL, é construído em hardware padronizado que é de propriedade, organizado e mantido pela Microsoft. Ao usar SQL Server em uma máquina virtual, você pode trazer a sua própria licença de SQL Server para Azure (Com o Software Assurance) ou usar uma das imagens pré-configuradas SQL Server no portal Azure.

Banco de dados Microsoft SQL Azure é um banco de dados construído sobre hardware e software é de propriedade, organizado e mantido pela Microsoft de maneira padronizada. Em geral, existem duas opções de SQL:

Banco de dados SQL Azure é utilizado para reduzir os custos globais e gerenciamento de muitos bancos de dados. Ele minimiza o custo da administração, pois você não tem que gerenciar as máquinas virtuais, sistema operacional ou software de banco de dados, incluindo upgrades, alta disponibilidade e backups. Em geral, banco de dados SQL pode aumentar drasticamente o número de bancos de dados gerenciados por um único TI.

Banco de dados Azure VM é utilizado em aplicações existentes on premises em um cenário híbrido ou com a implantação de um aplicativo existente para o Azure em um cenário de migração ou cenário dev / teste. Um exemplo de cenário híbrido é manter réplicas de banco de dados secundários em Azure via Azure Virtual Network. Com o SQL Server virtualizado no Azure, você tem os privilégios administrativos como em uma instância dedicada do SQL Server através de uma máquina virtual baseada em nuvem. Com o SQL Server virtualizado, você pode construir um sistema altamente customizado para atender aos requisitos de desempenho e disponibilidade específicos para sua aplicação.

New Call-to-action

Luiz Martelo

Autor

Luiz Martelo

Profissional com mais de 12 anos de experiência na área de TI. Atua na SoftwareONE como Engineer - Technology Services com foco em soluções de produtividade e infraestrutura em nuvem, tais como, Office 365, Azure. Linkedin

Deixa uma resposta