Tudo que você precisa saber sobre a transição para o Windows Server 2016

novembro 3, 2016

Quando a Microsoft anunciou que o Windows Server e o System Center iriam mudar para uma métrica de licenciamento por núcleo, decidimos fazer uma pequena pesquisa para identificar o quanto nossos clientes estão prontos para esta mudança significante.

Afinal de contas, eles terão de lidar com um aumento de em média 22% nos custos quando realizarem a mudança para o novo modelo de licenciamento se suas operações não forem otimizadas.

Em resumo à mudança no licenciamento, a Microsoft irá deixar de oferecer paridade entre Windows Standard e Datacenter Edition.

Os clientes poderão tirar vantagem do benefício Azure Hybrid  e pagar apenas pelo recursos computaionais no Azure. Estas modificações tornam iminentes uma série de opções de migração e consolidação como parte do upgrade para Windows Server 2016 e Microsoft Azure.

Seu negócio está preparado para o Windows Server 2016?

Essa mudança no licenciamento, junto com outros elementos do Windows Server 2016, fazem valer a pena analisar as melhores opções de transição para o novo modelo e assim, tirar o melhor proveito possível do novo SO e assegurar que o plano e estratégia adotados estão alinhados e livres de excessos. A Microsoft vem sugerindo que os clientes façam uma análise do número de núcleos físicos em cada processador licenciado com Windows Server para assegurar que estão sendo utilizados os recursos conforme necessário.

Considere o seguinte:

  • na base de clientes da SoftwareONE, o número de núcleos por CPU é de 8,59;
  • o aumento estimado no gasto em garantia de software por núcleo, comparado com o custo de manter uma métrica baseada em CPU, seria de 22%;
  • o aumento estimado do custo em uma renovação por núcleo é de aproximadamente R$ 3.143 por server ;
  • o custo médio da renovação de um licenciamento por server (que ultrapasse 8 núcleos) é cerca de R$ 1751;
  • 39,5% dos servers possuem mais de 8 núcleos, mas representarão 49% do custo de um licenciamento por núcleo.

Seja cauteloso para evitar uma auditoria da Microsoft

Enquanto sua preparação pode trazer benefícios, é imprescindível que você seja cuidadoso. Pelo contrário, você pode acabar pagando por licenças a mais do que o necessário ou optando por um pacote que não proporciona todos os serviços necessários, causando uma “não conformidade” no momento de uma auditoria.

Os principais benefícios de um planejamento

  • Redução de custos com licenças
  • Outorga de licença da Microsoft
  • Manter a confiança
  • Mitigar riscos de uma auditoria da Microsoft
  • Ter uma previsão comercial robusta

As mudanças parecem ser inconvenientes, mas não precisam ser. Há benefícios significativos:

  • Facilidade maior em calcular licenças
  • Métricas simplificadas
  • Alinhamento com as licenças do SQL Server 2012
  • Permite uso simplificado do MS Azure para recuperação de desastres
  • Transição mais fácil pra nuvem

Essas são algumas sugestões que organizamos para você. Quer saber mais? Entre em contato conosco!

cta-whitepaper-windows10

 

Rodrigo Eleoterio

Autor

Rodrigo Eleoterio

Hosting Solution Specialist da SoftwareONE Brasil. Linkedin

Deixa uma resposta