[INFOGRÁFICO] Elencamos as 4 melhores dicas para a compra de software

abril 26, 2019

As empresas geralmente reconhecem a necessidade de investir em um bom software para otimizar seus processos e implementar melhorias. Porém, muitas delas enfrentam dificuldades no momento da compra de software, por causa da diversidade de soluções e de fornecedores disponíveis no mercado.

Para que a empresa adquira os produtos adequados e obtenha um bom retorno sobre o investimento feito, é preciso levar alguns fatores em consideração para fazer uma boa escolha. Sabendo disso, preparamos este post com algumas dicas para ajudá-lo nessa tarefa.

Quer saber quais são elas? Acompanhe a leitura!

1. Ter clareza da necessidade e limite do projeto

O primeiro passo para fazer uma boa compra de software é saber exatamente o que a empresa necessita naquele momento e com quais tipos de gastos ela pode lidar. Isso porque as soluções que o mercado oferece apresentam uma grande variedade de funcionalidades e um número alto de gastos recorrentes — como os de suporte e manutenção.

Por isso, faça um planejamento e tenha em mente quais são as necessidades que precisam ser atendidas. Assim, será possível avaliar qual é a melhor opção dentro do orçamento disponível.

2. Saber quanto é o Custo Total de Propriedade (TCO)

O Total Cost of Ownership (TCO) — Custo Total de Propriedade — é um indicador que permite avaliar todos os custos relacionados à utilização do software, o que inclui os valores de compra, implementação, suporte, manutenção, treinamentos, etc.

Ao saber todos os custos diretos e indiretos que se terá com o software durante seu ciclo de vida, é possível avaliar melhor a viabilidade econômica de sua implementação e otimizar os gastos em TI. Isso porque serão considerados todos os seus impactos para entender se o investimento vale a pena e se o produto escolhido é realmente a melhor solução para atender às necessidades da empresa.

3. Contratar parceiros da aquisição à implantação

Contratar uma consultoria ajuda a entender quais produtos são os mais indicados para sua organização e ajuda a fazer aquisições mais eficientes e vantajosas. Além disso, ela oferece auxílio também durante e após a implantação, para que seja feita uma melhor gestão do ciclo de vida do software.

A SoftwareONE oferece uma consultoria especializada por meio do Serviço de Aquisição de Software. Com ela, a empresa é auxiliada durante todo o processo de análise da compra, o que permite entender quais produtos se adaptam melhor à sua infraestrutura de TI, apresentam menos gastos a longo prazo, etc. Assim, é possível entender como tirar o melhor proveito do investimento feito.

4. Conversar com outros clientes do software

Mesmo após fazer uma análise minuciosa das características e condições de licenciamento do software que pretende contratar, é comum que as empresas continuem com dúvidas se aquela é mesmo uma boa opção. Isso é perfeitamente aceitável, visto que se trata de um investimento significativo e importante para o negócio.

Por esse motivo, a empresa pode buscar a opinião de outros clientes do software em questão para entender melhor suas vantagens, limitações e custo-benefício. Assim, nenhum detalhe passa despercebido e fica mais fácil tomar uma decisão acertada e optar por um software de qualidade.

Como você pôde perceber, uma compra de software eficiente envolve a análise de diversos fatores para avaliar não só os benefícios imediatos que ele traz, mas também aqueles a longo prazo. Por isso, é importante contratar uma empresa especializada que auxilia seus clientes a administrar e gerenciar o portfólio de software da melhor maneira possível.

Você precisa de ajuda para adquirir novos produtos de software e aproveitar melhor seus investimentos no setor de TI? Entre em contato conosco e saiba como podemos ajudá-lo!

Equipe de Redação

Autor

Equipe de Redação

Deixa uma resposta