CSP Tier 2: como esse modelo de parceria com a Microsoft pode reduzir os custos?

julho 4, 2019

Todo gestor precisa trabalhar tem o desafio da redução de custos na sua mão e aumento da eficiência operacional. O desequilíbrio entre esses dois aspectos gera impactos negativos para o negócio, que vão desde perda de lucratividade até queda de qualidade em produtos e serviços fornecidos. Para evitar essa situação, é necessário investir de forma inteligente — e é aí que o CSP Tier 2 entra como uma oportunidade diferenciada para parceiros Microsoft que desejam levar ao mercado suas soluções de nuvem.

Esse modelo de parceria oferece um formato de diferenciado de parceria. Além de evitar todas as burocracias de uma parceria direta, é possível gerenciar o ciclo de vida do cliente e melhorar o relacionamento em todas as suas etapas da gestão de vendas à cobrança.

Mais que isso significa, ele traz flexibilidade para os serviços, que são contratados a partir de um pacote fechado, mas podem ser reduzidos ou aumentados sem implicar no pagamento de multas. Em suma, é um modelo diferenciado de parceria, onde permite que você ofereça e melhor solução para o seu cliente final, permitindo à companhia investir naquilo que gera valor estratégico ao negócio.

Todos esses fatores evidenciam por que vale a pena entrar no modelo CSP Tier 2 para reduzir custos. No entanto, ainda existem mais variáveis a considerar. Por isso, criamos este post. Confira!

Como se beneficiar de uma parceria Microsoft CSP Tier 2?

É importante ressaltar que o Tier 2 é o modelo indireto. Ainda existe o direto (Tier 1). Em qualquer um desses formatos do CSP, os revendedores de valor agregado (VARs) e os provedores de serviços gerenciados (Hosters, MSPs) comercializam licenças e software de serviços em nuvem.

A diferença é o suporte adicional e o relacionamento. O formato indireto ainda prevê que você não trabalhe diretamente com a Microsoft, o que exigiria uma grande estrutura. Mas, com o CSP Tier 2, os provedores conseguem também atuar como um revendedor e fornecer as ferramentas necessárias para gestão de licenças, cobranças e colocação de pedidos.

A parceria do CSP Tier 1

O foco do Microsoft Cloud Solution Provider (CSP) é o gerenciamento completo dos clientes. Seus integrantes se tornam parceiros, ou seja, os primeiros pontos de contato entre clientes e centro de relacionamento da marca.

Com isso, o trabalho realizado é mais sólido e voltado para as suas necessidades. Além disso, abrange:

●       vendas: os serviços são ofertado como soluções únicas (Licenciamento + Serviço). O Azure também pode ser revendido;

●       serviços de valor agregado: o CSP é usado para adicionar aplicativos de terceiros ou serviços gerenciados, além do Azure;

●       provisionamento: os clientes e as assinaturas são aparelhados e a gestão é feita por portais e APIs complementares;

●       gestão: as funcionalidades multilocatárias permitem que os parceiros gerenciem as assinaturas;

●       cobrança: o parceiro tem a cobrança de downstream dos clientes;

●       suporte: os clientes recebem um suporte de primeira linha e centralizado para assegurar e facilitar a continuidade dos negócios.

Nesse cenário, os clientes com parceria Silver da Microsoft têm o reconhecimento direto mensal em sua conta bancária. De acordo com o consumo, são rebatidos que chegam até 8%. Além disso, os parceiros têm certificações específicas. Isso significa que ele precisa ter um status, no mínimo, como parceiro Silver e sustentabilidade financeira para estar nessa posição.

Todos esses requisitos e critérios são exigidos porque o CSP Tier 1 requer que o parceiro tenha todo o aparato necessário para sustentar esse modelo. Nesse formato, o ganho, portanto, é em escala, automação, time dedicado e suporte.

Para chegar a esse patamar, é considerado o tamanho da empresa para garantir o apoio desse ecossistema. Também é necessário ter uma equipe dedicada e um marketplace pronto.

Como um parceiro Microsoft CSP Tier 2 pode ajudar a adquirir soluções de nuvem de forma mais fácil?

O parceiro CSP direto da Microsoft oferece acesso ao marketplace para o parceiro indireto. Com isso, há toda a possibilidade de automação, ferramentas e conhecimento para ingressar no mercado e alcançar um patamar competitivo de forma rápida. Junto a isso, pode ser ofertada uma área de parceiros, que traz visibilidade e aderência às demandas solicitadas em termos de negócio.

Para a empresa que opta por essa parceria, há redução de custos porque se torna desnecessário fazer investimentos locais a fim de atender às demandas finais. Como as soluções são online, os serviços são pagos pelo uso, o que traz um bom retorno (ROI) para o negócio.

Mais além, é estabelecida uma relação de confiança, com o aproveitamento máximo das licenças e a gestão do ciclo de vida dos clientes Azure, Office 365 e Dynamics 365. Nesse sentido, o suporte é voltado para ferramentas, processos e sistemas que possibilitem utilizar soluções em nuvem para alcançar novos mercados.

Como a SoftwareONE ajuda a acelerar seus negócios em nuvem por meio da parceria CSP Tier 2?

A SoftwareONE oferece um modelo diferenciado de suporte para todo o canal CSP. O objetivo é oferecer uma abordagem holística de serviço para o mercado dos parceiros, além do Programa Provedor Indireto CSP ONEClub, que é um marketplace de nuvem para o ecossistema.

Dessa forma, o acesso ao mercado é simplificado com um provedor reconhecido e que fornece suporte a serviços de entrega, nuvem, consultoria e plataforma. O canal de vendas global ainda abre novas fontes de receita para aproveitar soluções, serviços e pacotes desenvolvidos para a indústria. Outros benefícios atingidos com essa parceria são:

●       lucratividade e eficiência, com foco na gestão de descontos, preços competitivos e incentivos, que trazem vantagem ao parceiro;

●       redução do tempo de entrada no mercado (GTM) para companhias em fase inicial e lançamento de produtos devido à automação do back-office, presença no marketplace e branding;

●       confiança nos detalhes por conta do alinhamento, da automação e da conformidade dos processos de negócio;

●       flexibilidade e personalização para alcançar o nível de serviço certo para sua empresa.

Em suma, a ideia do Microsoft CSP é facilitar o acesso às soluções e evitar problemas de licenciamento, ao mesmo tempo em que permite aos parceiros terem um crescimento global e alcançarem novos mercados. A SoftwareONE leva a esse patamar por meio de serviços gerenciados, transações automatizadas e o marketplace digital.

O resultado é um negócio lucrativo e escalável, que utiliza as soluções dentro da flexibilidade proporcionada pelo CSP Tier 2. Assim, a inovação corporativa é facilitada devido à infraestrutura baseada em nuvem, que oferece mais oportunidades.

E você, também tem interesse em obter todos esses benefícios? Entre em contato conosco e veja como sua empresa pode alavancar seus resultados com essa iniciativa!

Powered by Rock Convert
Rodrigo Eleoterio

Autor

Rodrigo Eleoterio

Hosting Solution Specialist da SoftwareONE Brasil. Linkedin

Deixa uma resposta