Gestão de riscos e Compliance: como atuam juntas nas empresas

outubro 14, 2019

Existe uma grande confusão quando o assunto é gestão de riscos e Compliance, e isso acontece porque, sempre que um desses termos é utilizado, está em conjunto com o outro, o que gera dificuldade de entendimento entre o que é responsabilidade de quem.

Os riscos dentro do ambiente corporativo aumentaram de uma forma global por conta de diversas variáveis, como disputas comerciais entre países, crises econômicas, aumento do número de ataques digitais, entre outros. Por isso, é preciso entender e aplicar cada um desses conceitos de forma eficaz.

Uma boa governança depende quase que exclusivamente da maneira como se trabalha a gestão de risco e Compliance dentro de uma empresa. Neste post, vamos falar um pouco mais sobre cada um dos conceitos e como eles se complementam. Acompanhe!

O que é uma gestão de risco nas empresas?

Podemos conceituar a gestão de risco como um conjunto de atividades com o objetivo de controlar e gerenciar uma organização, visando reduzir potenciais ameaças ao negócio, independentemente da sua manifestação.

Ou seja, a gestão de risco é um trabalho de prevenção que visa identificar possíveis problemas que venham a prejudicar as atividades da empresa no futuro e tomar as medidas necessárias para que o seu impacto seja o menor possível.

Por exemplo, na gestão de ativos de software o objetivo é ter um controle acerca das atualizações dos sistemas utilizados dentro da empresa, mantendo-os em suas últimas versões disponíveis e reduzindo as suas vulnerabilidades.

Metodologia

Para isso, é utilizada uma metodologia simples, seguida de várias atividades que funcionam em um ciclo contínuo. Entre essas tarefas estão:

  • identificação de riscos: verificar todas as potenciais ameaças;
  • avaliação de impactos: entender qual é o real impacto, caso o problema venha a acontecer;
  • mitigação de riscos: minimizar ao máximo os possíveis impactos;
  • monitoramento de incertezas: manter um olhar atento ao mercado para tomar atitudes rapidamente.

O que é Compliance?

A Compliance é o atendimento a algum padrão ou critério, podendo ser leis, regulamentações, determinações de órgãos fiscalizadores, melhores práticas e demais regras a serem seguidas dentro do escopo da empresa.

Tal prática é fundamental para os negócios, visto que se manter de acordo com as regulamentações evita sanções de qualquer tipo. Além disso, o atendimento às melhores práticas garante a boa imagem da empresa no mercado. Os seus três pilares são:

  • pessoas: colaboradores envolvidos;
  • processos: formas como são realizadas as atividades;
  • tecnologia: sistemas utilizados.

Quais são os impactos da gestão de riscos e Compliance nas empresas?

Vivemos momentos de incerteza no mercado, seja pelo aumento do número de ataques de cibercriminosos às empresas, seja pelas novas normas aplicadas no setor de tecnologia, como a LGPD, que exige um tratamento diferenciado sobre os dados de terceiros.

Dentro desse contexto, os riscos para uma empresa aumentam muito, pois existem diversas variáveis a serem consideradas. Dessa forma, aplicar uma gestão de riscos eficiente junto a um programa de Compliance é a melhor maneira de mitigar tais problemas.

O atendimento às normas e a proteção de dados é algo fundamental na gestão de software, e a utilização dos dois conceitos apresentados ao longo deste texto podem auxiliar nesse processo. Como? Evitando que a imagem da empresa seja prejudicada no mercado ao ser vítima de ataques ou que responda a sanções e pague multas pela falta de adequação.

Chegamos ao fim de mais um post e esperamos que você tenha compreendido a importância de estar atento à gestão de riscos e Compliance para garantir a atuação segura da sua empresa no mercado.

Não deixe de assinar a nossa newsletter para ficar por dentro de todas as novidades do blog!

Powered by Rock Convert
Equipe de Redação

Autor

Equipe de Redação

Deixa uma resposta