4 maneiras de economizar com software para sua empresa encarar a crise de frente

março 31, 2016

A orientação para este ano é economizar. Seja de grande, médio ou pequeno porte, todo o esforço está concentrado em fazer mais com menos. Soluções em software podem ser grandes aliadas para atingir tais objetivos e ainda achar espaço para crescer. Definir a instalação e a utilização correta do software dentro das empresas pode proporcionar mais energia para encontrar oportunidades de aumentar receitas, sabendo que as equipes estão produzindo com as ferramentas adequadas

e a empresa como um todo economizando.

Pequenos e médios empresários, devido aos seus curtos orçamentos, precisam estar o mais otimizado possível. Ser criativo ajuda, mas contar com o conhecimento sobre as opções e modalidades de aquisição disponíveis no mercado, pode contribuir, significativamente, com a redução dos custos e é fundamental neste processo. Vejamos algumas dicas e atitudes que podem contribuir neste momento de crise:

 

Conheça melhor seu negócio e o comportamento do seu mercado

Conquistar clientes significa entender suas necessidades e interagir com eles de forma significativa e consistente. Gerenciar dados obtidos do seu consumidor ajuda a atender melhor os atuais e atrair novos. Existem serviços de análise de negócios baseado na nuvem, que fornecem acesso rápido a dados, tais como preferências e histórico de compras, bem como uma visão completa sobre o andamento dos negócios, por meio de painéis e relatórios interativos. Importante ressaltar que e as informações ficam disponíveis para acesso de qualquer lugar. O Business Intelligence (BI), que é um conjunto de técnicas aplicadas a sistemas de apoio à inteligência empresarial e trabalha no processo de coleta, organização, análise, compartilhamento e monitoramento de informações. Estes, oferecem suporte a gestão dos negócios. Cruzar os dados que você já tem sobre o comportamento do seu público com uma ferramenta de BI permite uma visão ainda mais ampla. Estas ferramentas são fáceis de utilizar e qualquer pessoa, com o devido conhecimento dos indicadores, pode facilmente visualizar e analisar independente do dispositivo que esteja utilizando.

Cresça com eficiência

Investir em TI também pode gerar significativa economia financeira. Com uma plataforma de tecnologia flexível baseada na nuvem, é possível ter as ferramentas de negócios de uma empresa de grande porte, por um custo relativamente reduzido. As opções de serviços pré-pagos possuem a vantagem da elasticidade, para acompanhar a demanda, o que proporciona o pagamento estritamente relativo ao uso. É possível encontrar opções de faturamento medido por tempo de uso ou com compromisso de utilização mínima, tendo a garantia do valor para os serviços de infraestrutura mais comuns, como processamento, armazenamento e largura de banda. Em poucas palavras, pague pelo uso.

Feche negócios em qualquer lugar

Construir uma plataforma completa de comunicação entre a empresa, fornecedores, funcionários e clientes, pode ser uma solução relativamente simples, do ponto de vista de negócio, mas que poderá poupar tempo e, consequentemente, dinheiro. As maiores soluções integradas de venda e gestão de negócio disponíveis no mercado, se ainda não mudaram, estão em forte transição para os modelos de aquisição como serviço, e são basicamente aplicações em nuvem. Existe no mercado, um vasto catálogo de serviços de nuvem integrados — análise, comunicação, computação, processamento, banco de dados, serviços móveis, rede, armazenamento e Web — para assegurar mais agilidade, alcançar melhores resultados e reduzir os custos com TI. O uso deste tipo de plataforma pode qualificar a infraestrutura de TI, dando suporte a amplas opções de sistemas operacionais, linguagens de programação, frameworks, ferramentas, bancos de dados e dispositivos. É possível mover todas as aplicações críticas de negócios para a nuvem, com isto, a empresa ganha uma infraestrutura de TI de alta disponibilidade e capacidade de expansão, com custos controlados, evitando altos investimentos iniciais na construção de novos datacenters.

Mantenha o custo e o controle dos seus ativos

Parece algo incomum, mas o número de empresas que ainda não utiliza aplicações que estão incluídas em seus contratos de licenciamento é bem grande. Por exemplo, com uma licença padrão do Office 365, é possível conectar toda a equipe por meio do Skype e organizar conferencias em deslocamento ou reuniões rápidas com os clientes. Soluções em nuvem também são ótimas aliadas neste quesito. O controle dos ativos de software tem se mostrado um dos maiores desafios para a gestão de TI nos dias atuais. A quantidades de dispositivos corporativos, agravado pelo advento do BYOD – Bring Your Own Device (de forma simplificada é a possibilidade de usar o dispositivo pessoal para fins corporativos), vem aumentando o desafio de manter o ambiente de TI em conformidade com as regras de grande parte dos fabricantes de software. Tal situação coloca em risco as empresas e as coloca em situação que é conhecida como “non compliance”, que pode acarretar multas com valores expressivos, além do prejuízo indireto gerado à imagem da empresa perante o mercado.

Segundo a ISO/IEC 19770-2, a melhor forma de estar e se manter em acordo com as regras e normas dos fabricantes, é conhecer bem o ambiente de dispositivos usados para fins corporativos e ter, periodicamente, um relatório de conformidade do mesmo. As práticas de Gestão de Ativos de Software – SAM, estão cada vez mais em evidência. Atualmente a contratação deste tipo de ações tem seu ROI – retorno sobre o investimento – facilmente demonstrado através do levantamento das despesas em software comprovadamente desnecessários. Medição de uso, instalações indevidas e adequações nas edições dos produtos, são só algumas das possibilidades de ajustes de licenciamento, que promovem reduções de custos.



Outro ponto importante na adequação destes custos, vem da grande quantidade de opções e modelos de licenciamento disponibilizados pelos fabricantes. A reclamação mais comum dos clientes neste meio, é a complexidade na aquisição de quase todos os tipos de licenças de software, provocada pelas nuances dos modelos de contrato e tipos de licenças disponíveis no mercado. A complexidade é tanta que, além das certificações técnicas, existem certificações profissionais específicas para atender demandas de desenhos de contrato. Também existem ações específicas para desenhar a “Arquitetura de Contratos de Software”. Este tipo de iniciativa tem como objetivo o estudo dos ambientes de TI, focada especificamente no negócio do cliente, para desenhar os melhores cenários, modelos e opções de produtos para a utilização dos usuários ou do datacenter.

Investir na nuvem é uma solução inteligente para empresas que querem controlar melhor seus custos, pois, é possível pagar apenas pelo que for usado, evitando gastos desnecessários com ferramentas que não serão utilizadas. O investimento é ideal para reduzir, ou até mesmo eliminar, custos em infraestrutura ou em suporte.

Por fim, manter o ambiente de TI adequado às necessidades do negócio é uma importante e constante atividade, visto que os cenários e elementos que o compõem sofrem mudanças frequentes em todos os aspectos.

Equipe de Redação

Autor

Equipe de Redação

Deixa uma resposta