M&A: qual é a função da TI no processo de merger and acquisition?

abril 19, 2019

A sigla M&A é utilizada para descrever o processo de Merger and Acquisition que, no português, significa Fusão e Aquisição. Tanto no mercado internacional como no brasileiro, cada vez mais empresas optam por esse caminho para conseguir expandir e fortalecer sua atuação, aumentando sua fatia de mercado (Market Share) e seu poder competitivo.

No entanto, apesar de ser um processo largamente utilizado, a M&A é relativamente complexa. Envolve questões como planejamento estratégico e financeiro, sinergia de processos, transição de operações e, é claro, gestão de pontos relacionados à TI, como a integração de sistemas e a troca de informações.

Atualmente, nenhuma empresa sobrevive sem uma TI bem alinhada e que sirva a todos os departamentos no dia a dia. Por isso, já de cara podemos perceber que a tecnologia da informação tem um papel fundamental nos processos de Fusão e Aquisição. Mas qual é exatamente a função da TI no Merger and Acquisition? Continue lendo para se aprofundar!

O que é M&A ou Merger and Acquisition?

É um processo no qual uma empresa adquire outra, ou então duas companhias se unem para formar uma organização maior. Na Fusão, é criado um novo negócio, uma nova sociedade. Já na Aquisição, a marca que foi comprada pode deixar de existir ou permanecer no mercado com o mesmo nome, só que sob nova gestão.

Em quais aspectos do processo de Merger and Acquisition a TI é fundamental?

Integrações de sistemas

Na Merger and Acquisition, uma das maiores dores de cabeça das empresas costuma ser a integração dos sistemas. Mas quem disse que isso precisa trazer problemas? Com a atuação estratégica da TI, é possível planejar o processo de Fusão ou Aquisição do ponto de vista da tecnologia, facilitando todo o intercâmbio de informações.

Aqui, cabe ao gestor de TI apontar quais ferramentas serão mantidas, quais serão trocadas e quais devem ser adquiridas. Também faz parte desse trabalho estipular o cronograma das mudanças e garantir que ele será seguido.

Troca de informações

Em uma organização, todos os processos envolvem a troca de informações. É por meio dela que uma empresa identifica as necessidades dos clientes e distribui suas soluções. Durante o processo de M&A, definir esses fluxos torna-se ainda mais importante, já que novos processos serão incorporados às operações já existentes (ao mesmo tempo, outros podem ser extintos). Desse modo, é crucial acertar na definição de como serão as trocas de informações.

Gestão de ativos

A gestão de ativos em TI compreende o gerenciamento de todos os pontos tecnológicos — tanto físicos como virtuais. Ela deve incluir medidas para otimizar investimentos, fortalecer a estratégia e contribuir para a cultura organizacional.

Somado a isso, é papel da gestão de ativos em TI garantir a eficiência dos sistemas, otimizando o uso de software e hardware, agilizando a solução de problemas e gerando economia. Na Fusão e Aquisição, é essa gestão que dimensionará a necessidade de ajustes e investimentos em recursos de tecnologia.

Existe algum segredo para o sucesso da Merger and Acquisition?

Por se tratar de um processo amplo e complexo, a M&A deve ser muito bem planejada em todos os aspectos e departamentos. Nesse trabalho, a tecnologia da informação atua como uma peça que integra toda a transição, facilitando a mudança e garantindo que tudo continue em ordem.

Por isso, para que a Merger and Acquisition seja bem-sucedida, é fundamental ter bons processos de TI. Isso diminui inúmeros riscos organizacionais ligados a sistemas e operações, implementando fluxos de trabalho mais eficientes e evitando que as equipes fiquem perdidas ou desmotivadas por conta de possíveis entraves no dia a dia.

Nesse sentido, vale lembrar que é imprescindível identificar os profissionais-chave que darão suporte ao trabalho de TI. Afinal, eles serão fundamentais na retenção dos demais talentos e na promoção de uma integração adequada.

Por fim, é importante notar que vivemos um momento no qual as empresas dependem cada vez mais do uso de soluções tecnológicas. Portanto, não dá para deixar a preocupação com a TI só para o final do processo de Merger and Acquisition. Pelo contrário: a área de tecnologia da informação deve ser uma aliada estratégica no planejamento da M&A, aumentando as chances de executar uma Fusão e Aquisição bem-sucedida.

Se você gostou deste conteúdo, aproveite para ler o artigo “Como montar uma infraestrutura de TI de sucesso na sua empresa“.

Powered by Rock Convert
Equipe de Redação

Autor

Equipe de Redação

Deixa uma resposta