Descubra o que é data center migration e como funciona

Abril 23, 2018

O que é data center migration? A migração de data center é o processo de transferência de todo o conteúdo do ambiente de dados atual para outra localização.

Entretanto, mais do que transferir informações de um data center para outro, data center migration é planejar essa transferência para que ela ocorra de maneira compreensiva e eficiente. Também chamado de relocação de data center, o processo é feito para otimizar as operações do negócio.

Muitas vezes, ele acontece porque a nova localização permite obedecer a normas de compliance com mais facilidade ou porque pode impactar positivamente uma empresa em termos de custo-benefício. data center migration para a nuvem, por exemplo, é um dos casos em que isso acontece.

Quer compreender de uma vez por todas não só o que é data center migration, mas também as melhores práticas para que ela seja eficiente? Então acompanhe os tópicos abaixo.

Trabalhe para reduzir riscos

O primeiro passo para uma migração de data center bem-sucedida é mitigar os riscos.

Quando movemos dados para outros locais, ou mesmo para a nuvem, é preciso considerar que isso resultará em algum tipo de downtime nas operações e que a falta de planejamento pode fazer com que informações sejam perdidas para sempre.

Portanto, preparar-se é necessário para obter os melhores resultados. Avalie como o seu negócio pode lidar com esses riscos e o que é possível fazer para mitigá-los.

Considere a importância dos dados e aplicações que estão sendo transferidos e agende a migração de aplicações e informações consideradas críticas para o negócio para horários em que elas não serão utilizadas.

Conte com um parceiro para ajudá-lo a mapear o processo de migração. Ele é o mais indicado para ajudá-lo a garantir que a transferência dos data centers será feita da forma mais benéfica para o negócio.

Avalie a infraestrutura atual

Antes de migrar, é necessário considerar a infraestrutura em que sua empresa opera atualmente.

Isso vai garantir que a migração será compatível com as necessidades do negócio e promoverá um upgrade em seu funcionamento normal.

Descubra, com ajuda da equipe de TI ou do parceiro escolhido para realizar a migração de data center, o que está contido na infraestrutura atual.

Assim, será possível estimar exatamente que tipos de desafios serão enfrentados na transição. Para que as coisas deem certo, 100% de visibilidade é o ideal, e pular essa etapa pode acabar fazendo com que os riscos que citamos no tópico anterior se acentuem.

Catalogue e mapeie todas as aplicações atuais

O portfólio de aplicações que um negócio utiliza rotineiramente tende a aumentar com o passar dos anos.

Por esse motivo, muitas vezes, no momento de migrar data centers, empresas podem encontrar dificuldades em saber exatamente quantos deles são cruciais para suas atividades cotidianas. Quanto maior é um negócio, maiores podem ser os problemas nessa área.

Para a data center migration não se tornar um desafio, é preciso catalogar e mapear absolutamente todas as aplicações utilizadas por cada um de seus departamentos. Nessa hora, será possível verificar, por exemplo, se há algum software redundante sendo utilizado e agir para unificar os dados.

Durante o processo, você entenderá exatamente quais aplicações podem ser migradas para a nuvem, aquelas que devem permanecer armazenadas localmente e como funcionam os fluxos de trabalho atuais. Com essas informações, ficará mais fácil se orientar e evitar grandes problemas.

Verifique a compatibilidade do novo hardware

Quando trocamos de data center, estamos mudando todas as informações da empresa para um novo hardware, e isso pode trazer algumas dificuldades, caso o negócio utilize muitas aplicações legadas.

Boa parte delas precisa de um ambiente específico para funcionar, e há a possibilidade de que esse ambiente não seja compatível com os novos data centers.

Uma das maneiras de contornar o problema é utilizando emuladores, que copiam via software o ambiente específico no qual uma aplicação precisa rodar. Esse tipo de virtualização pode ajudá-lo a manter-se operante e a preparar o próximo estágio da migração, que é encontrar um software compatível com o novo equipamento.

Decida o que mover

Em alguns casos, data center migration não será sinônimo de mover todas as informações do negócio para outro local ou para a nuvem. Há situações nas quais um negócio pode se beneficiar de manter alguns dados sob seu domínio, por isso, escolher o que transferir é um ponto importante ao se falar em migração.

Nessas horas, é uma ótima ideia contar com profissionais no assunto, porque eles saberão exatamente o que fazer e conseguirão lhe oferecer garantias com relação à migração de data centers. Seguros e provisões contratuais que protejam as informações empresariais são uma ótima ideia para garantir a eficiência em data center migration.

Documente o processo e execute testes

Para a data center migration ficar perfeita, só falta uma coisa: a documentação de todas as suas etapas e os testes necessários para garantir que a transferência dos dados foi feita com o máximo de zelo.

Depois que tudo já estiver instalado nas novas premissas, comece a executar tarefas de rotina, confira se os equipamentos estão instalados corretamente, cheque seus dispositivos e certifique-se de que nada foi perdido ao longo do caminho.

Aquele mapeamento feito anteriormente poderá ajudar. Nele, inclua uma lista de todos os sistemas, aplicações e hardwares necessários para as operações. Verifique cada um deles antes de considerar o processo completo.

Em seguida, faça uma auditoria de todo o processo e utilize as informações obtidas ali para montar uma documentação. Ela avaliará o sucesso da migração, se ela foi cumprida no tempo certo, se a sua equipe sentiu alguma dificuldade ao longo do caminho e se as demandas do time estão sendo correspondidas.

Fazer a migração de data center funcionar para o seu negócio é um processo complexo. Aqui, elencamos alguns dos principais passos que podem ajudá-lo com os desafios mais comuns na tarefa. Cada organização, porém, encontrará particularidades e dificuldades específicas que devem ser contornadas pela equipe com soluções atentas e criativas.

Trace um plano coerente para a migração e atenha-se a ele, lembrando de observar cada uma das etapas. Se, no futuro, outra migração de data center estiver em curso, as lições aprendidas com essa experiência serão de grande valia.

Gostou de entender o que é data center migration? Aproveite e continue aprendendo conosco. Leia agora mesmo a respeito das vantagens de utilizar um software na nuvem!

 

Equipe de Redação

Autor

Equipe de Redação

Deixa uma resposta