Simplificando a Nuvem – Qual melhor solução de Nuvem para a sua TI?

junho 24, 2016

Nuvem. O que há de mais atual hoje em TI leva em consideração diversas formas, tais como Infrastructure as a Service (IaaS), Platform as a Service (PaaS) e Software as a Service (SaaS) – mas o que isso realmente significa? Como você sabe se precisa de uma solução de IaaS completa ou uma solução de SaaS mais específica? E como “…as a Services” se traduz em modelos públicos, privados e híbridos? E o mais importante, qual solução/modelo otimizará a carga de trabalho de TI da sua empresa?

Para os profissionais de TI, as soluções de Nuvem permitem serem rapidamente adotadas e trazem benfícios como a flexibilidade, escalabilidade, segurança e também reduz os custos totais. Por meio da nossa série de posts em andamento “Simplificando a Nuvem”, destrincharemos esses tópicos complexos em trechos menores e mais compreensíveis para que os profissionais de TI possam aproveitar esses benefícios e impulsionarem os seus processos comerciais.

A Nuvem abrange o globo

De acordo com o Cisco Global Cloud Index de novembro de 2014, “76% de todo o tráfego do datacenter será oriundo da Nuvem.” Em 2013 houve um aumento significativo de 54% do tráfego total do datacenter oriundo da Nuvem. Posteriormente, com o aumento das cargas de trabalho de Nuvem, haverá uma queda nas cargas de trabalho do datacenter – Cisco prevê um crescimento anual de +25% no hardware de Nuvem, enquanto o hardware do datacenter local tradicional experimentará uma queda de -2% de Compound Annual Growth Rate (CAGR).

Para demonstrar ainda mais a onipresença global da Nuvem, o relatório ilustra um crescimento significativo nas instâncias globais da Nuvem:

  • Região do Oriente Médio e África – 54% de CAGR
  • Europa Central e Oriental – 39% de CAGR
  • Ásia Pacífico – 37% de CAGR

Os modelos de Nuvem são flexíveis

Nas equipes de TI atuais das empresas, as organizações exigem um menu de opções para melhor atender as suas necessidades comerciais únicas. Ao lado dos serviços de Nuvem melhores definidos de IaaS, PaaS e SaaS, estão os conceitos de Nuvem mais genéricos de Nuvem Pública, Privada e Híbrida. Abordaremos mais detalhadamente cada um dos serviços/modelos em futuros artigos, mas agora usaremos a imagem abaixo para apresentação uma visão geral de cada área abaixo:

planos_nuvem

Infrastructure as a Service (infraestrutura como serviço) é o serviço de Nuvem mais próximo do datacenter tradicional e como tal, é o candidato mais provável para funcionar como um modelo Privado ou Híbrido, dependendo da infraestrutura existente do cliente e caso queira migrar todas as cargas de trabalho para a Nuvem ou manter um conjunto de hardware gerenciado pessoalmente. No entanto, a equipe de TI da empresa não precisa se preocupar com o hardware; muito pelo contrário, pois o provedor do serviço de Nuvem fornece o hardware. A equipe de TI gerencia tudo em vermelho, enquanto o provedor de Nuvem gerencia o que está cinza.

Em suma: IaaS = Hospedagem

Platform as a Service (plataforma com um serviço) fornece uma flexibilidade significativa para as organizações desenvolverem, testarem, implantarem, colaborarem e hospedarem aplicativos. Pense nisso como se você estivesse rabiscando uma folha de papel – independentemente de estar desenhando em uma cartolina, folha de almaço ou formulário contínuo, o que importa é que você possui um meio onde possa desenhar.

Em suma: PaaS = Desenvolvimento

Software as a Service (software como um serviço) – Uma matéria da Forbes’ sobre o relatório Cisco que comentamos, indica que as cargas de trabalho de SaaS crescerão exponencialmente até 2018, enquanto o IaaS e o PaaS observarão uma queda contínua, no entanto, ainda continuam crescendo:

  • Instâncias de SaaS em 2013 – 41% | Instâncias de SaaS em 2018 – 59%
  • Instâncias de IaaS em 2013 – 44% |Instâncias de IaaS em 2018 – 28%
  • Instâncias de PaaS em 2013 – 13% | Instâncias de PaaS em 2018 – 15%

Esta dicotomia não é de estranhar – por que preocupar-se com a manutenção das infraestruturas, quando tudo que você precisa é usar software específico? Facebook, Hubspot e Outlook são soluções de SaaS – você está apenas usando a aplicação que um provedor de Nuvem hospeda, sem nenhum problema!

Em suma: SaaS = Consumo

A Nuvem é econômica e dimensionável

Conforme descrito na seção acima, a Nuvem foi projetada para ser altamente escalonável dependendo das suas necessidades. Por exemplo, se você tiver um site de e-commerce que experimente um aumento significativo no tráfego durante os períodos de férias, será possível contatar seu provedor de Nuvem para impulsionar o desempenho, ou a alocação, automática de configuração de recursos com base nos critérios definidos por você. Assim como você paga uma taxa de uso na sua conta de energia elétrica, a Nuvem opera em um modelo de consumo por uso, onde você paga pelo que usar.

Muitas vezes, nos preocupamos com o fato de que para atingir o preço mais acessível de um produto, há a necessidade de diminuir a qualidade para proporcionar essa queda no preço. Esse não é necessariamente o caso dos provedores de Nuvem, pois mais assinaturas é necessário para apoiar estes data centers maciços contra taxas mais elevadas. Além disso, a disponibilidade de 99,95% do tempo de ativação e monitoramento da integridade do serviço 24 horas por dia demonstrou para 57% das 500 empresas da Fortune a confiabilidade dos serviços na Nuvem.

Powered by Rock Convert
Equipe de Redação

Autor

Equipe de Redação

Deixa uma resposta